“Human Rights Watch” apresenta o relatório “O próximo a morrer”

9
411

“Human Rights Watch” apresenta o relatório “O próximo a morrer”

Maputo (Canalmoz)  A organização internacional “Human Rights Watch” apresenta amanhã, sexta-feira, em Maputo, o relatório sobre os abusos dos Direitos Humanos perpetrados pelas forças governamentais de Defesa e Segurança e pelas forças do partido Renamo durante o decurso dos confrontos armados em Moçambique nos anos 2015 e 2016.

Intitulado “O próximo a morrer: abusos das Forças de Defesa e Segurança e da Renamo em Moçambique”, e com 68 páginas, o relatório da “Human Rights Watch” reporta as violações de Direitos Humanos cometidas durante os confrontos armados na zona centro de Moçambique e também a falta de investigação e responsabilização dos perpetradores dos abusos cometidos desde Novembro de 2015 até ao início do cessar-fogo, em finais de Dezembro de 2016.

Várias organizações internacionais têm estado a denunciar graves situações de abuso e de violação dos Direitos Humanos na região centro do país, quase ciclicamente, em confrontos armados. Recentemente, equipas de investigação da Assembleia da República e da Procuradoria-Geral da República e também jornalistas estiveram no local para a investigação de denúncias de corpos aparentemente enterrados vivos, que foram descobertos nas matas da região do centro de Moçambique. Porém as autoridades governamentais nunca assumiram a existência destas ocorrências macabras.

A cerimónia de apresentação do relatório será seguida por uma conferência de imprensa, que será orientada pela directora da “Human Rights Watch” para a África Austral, Dewa Mavhinga, acompanhada por Lain Levine, directora de Programas da mesma organização.

Estatutariamente, a “Human Rights Watch”, fundada em 1978, é uma organização internacional de Direitos Humanos, não-governamental, sem fins lucrativos, que tem aproximadamente 400 membros, que trabalham em diversas zonas em todo o mundo.

A sua equipa é composta por profissionais dos Direitos Humanos (advogados, jornalistas, especialistas) de diversas origens e nacionalidades. (Eugénio da Câmara)

 

9 COMMENTS

  1. … [Trackback]

    […] Find More here|Find More|Find More Informations here|Here you can find 31867 additional Informations|Informations to that Topic: canal.co.mz/2018/02/human-rights-watch-apresenta-o-relatorio-o-proximo-a-morrer/ […]

  2. … [Trackback]

    […] Find More here|Find More|Read More Informations here|Here you will find 6577 more Informations|Informations to that Topic: canal.co.mz/2018/02/human-rights-watch-apresenta-o-relatorio-o-proximo-a-morrer/ […]

  3. … [Trackback]

    […] Find More here|Find More|Read More Informations here|There you can find 2704 more Informations|Informations to that Topic: canal.co.mz/2018/02/human-rights-watch-apresenta-o-relatorio-o-proximo-a-morrer/ […]

  4. … [Trackback]

    […] Find More here|Find More|Find More Informations here|There you will find 13353 additional Informations|Informations to that Topic: canal.co.mz/2018/02/human-rights-watch-apresenta-o-relatorio-o-proximo-a-morrer/ […]

  5. … [Trackback]

    […] Find More here|Find More|Find More Infos here|Here you will find 8980 more Infos|Infos to that Topic: canal.co.mz/2018/02/human-rights-watch-apresenta-o-relatorio-o-proximo-a-morrer/ […]

  6. … [Trackback]

    […] Find More on|Find More|Read More Informations here|There you can find 20021 more Informations|Infos to that Topic: canal.co.mz/2018/02/human-rights-watch-apresenta-o-relatorio-o-proximo-a-morrer/ […]

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

20 + 5 =