ENH prevê investimentos de 50 biliões de dólares no sector do petróleo e gás

0
1021

Maputo (Canalmoz) – A Empresa Nacional de Hidrocarbonetos espera que sejam investidos 50 biliões de dólares no sector de petróleo e gás até meados do próximo ano.

O facto foi dado a conhecer na quarta-feira, em Maputo, pelo presidente do Conselho de Administração da ENH, Omar Mithá, durante a cerimónia de abertura da Conferência de Conteúdo Local, que terminou na quinta-feira e que reuniu cerca de quatrocentas entidades, incluindo peritos internacionais sobre a matéria.

Omar Mithá referiu que este vai ser um dos maiores investimentos do sector em Moçambique e a nível de África.

“Os concessionários da Área ‘1’ encontram-se actualmente a trabalhar com vista a aprovar-se a decisão final de investimento para a produção de dois módulos que produzirão 12,8 milhões de toneladas de gás até meados do próximo ano”, disse Omar Mithá.

Actualmente, Moçambique tem um total de sete blocos onde decorrem as actividades de pesquisa e produção de hidrocarbonetos, sendo quatro na Bacia de Moçambique e três na Bacia do Rovuma.

Segundo o presidente do Conselho de Administração da ENH, os concessionários da Área “4” lançaram, em Junho do ano passado, o projecto visando produzir 3,4 milhões de toneladas de gás natural liquefeito, através de uma plataforma flutuante no alto mar.

Falando sobre “conteúdo local”, Omar Mithá considerou que os moçambicanos não podem ser espectadores dos vários investimentos que são feitos em Moçambique, apesar de reconhecer as limitações do empresariado nacional,  especificamente em relação ao acesso à informação, acesso ao financiamento e capacidade técnica, em termos de certificação internacional de qualidade, higiene e segurança.

Moçambique tem um potencial de 170 triliões de pés cúbicos de gás natural, sendo 150 na Bacia do Rovuma e 20 na Bacia de Moçambique. (Reginaldo Mangue)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

nove + 15 =