Um ano depois da tragédia do Hulene: Governo continua a pagar renda das famílias em vez de realojá-las

0
58

Maputo  (Canalmoz) – Cerca de duzentas famílias que foram retiradas das cercanias da lixeira do Hulene mostram-se preocupadas com a morosidade no processo de realojamento e com o facto de a lixeira supostamente encerrada continuar a receber resíduos sólidos, intoxicando o ambiente e pondo em perigo a saúde pública.

Ler mais na versão PDF do Diário CanalMoz, mediante subscrição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here