Ordem dos Advogados de Moçambique pede nulidade do DUAT concedido à “Anadarko”

0
424

Maputo (Canalmoz) – A Ordem dos Advogados de Moçambique requereu ao Tribunal Administrativo a nulidade do Direito de Uso e Aproveitamento de Terra (DUAT) concedido à empresa multinacional norte-americana “Anadarko”, que se prepara para começar a explorar gás na Bacia do Rovuma, a partir de 2021. A Ordem dos Advogados de Moçambique fundamenta no seu pedido de nulidade no facto de que esse DUAT foi retirado aos cidadãos afectados através de mecanismos obscuros e sem fundamento legal.

Ler mais na versão PDF do Diário CanalMoz, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 × 2 =