Partido Frelimo manipulou os órgãos da Justiça e a Assembleia da República e vai libertar Manuel Chang

2
635

Renamo não quis fazer parte da jogada e abandonou a sessão da Comissão Permanente.

O único representante do Movimento Democrático de Moçambique na Comissão Permanente não esteve presente na sala.

Maputo (Canalmoz) – A Renamo abandou a sessão da Comissão Permanente que aprovou o pedido do Tribunal Supremo que propõe o “consentimento” da Assembleia da República para decretar a prisão preventiva de Manuel Chang. O pedido é estranho na medida em que não propõe a quebra da sua imunidade, sendo um expediente dilatório para conseguir um mandado e entregá-lo às autoridades sul-africanas para fazer Chang escapar da Justiça norte-americana. Na sala, estiveram presentes apenas os representantes da bancada da Frelimo. O único representante do Movimento Democrático de Moçambique na Comissão Permanente não esteve na sessão. Isto significa que apenas os deputados da Frelimo deliberaram a favor da prisão preventiva de Chang.

Ler mais na versão PDF do Diário CanalMoz, mediante subscrição.

2 COMMENTS

  1. Esta ai o pecado da nossa oposicao. Deveria estar la nos representando se opondo mas Nao. Retiraram se. E retirar se é igual a calar, e quem cala consente

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 × 2 =