Aborto inseguro no país: Treze em cada cem mulheres morrem por ano depois de consumirem raízes amargas e outras substâncias

0
403

Maputo (Canalmoz) – Treze em cada cem mulheres que realizam aborto inseguro morrem, por ano, em Moçambique, depois de consumirem raízes amargas, café misturado com sal ou limão, detergente, vinagre, tinta de caneta vermelha, “Coca-Cola” misturada com sal, paracetamol, cabeça de palito de fósforo.

Ler mais na versão PDF do Diário CanalMoz, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezenove − cinco =