“Ninguém no exterior pode ser convencido sobre a imagem do país”

0
117

Maputo (Canalmoz) João Mosca, economista e director do Observatório do Meio Rural, considera que o argumento do ministro das Finanças, Adriano Maleiane, segundo o qual é preciso renegociar a dívida para proteger a imagem do país e garantir acesso aos mercados, ignorando o acórdão do Conselho Constitucional, que declarou nula a dívida e com devidos efeitos legais, é pouco convincente pois, na sua análise, não há nada, neste momento, que pode militar a favor da imagem de Moçambique no exterior, e a negociação só visa enriquecer os credores.

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezesseis + quinze =