Uma estratégia para dividir e enfraquecer a Renamo: Elementos do núcleo pró-Dhlakama intimados pela PGR enquanto Ossufo Momade se mantém em silêncio

0
132
O secretário-geral da Renamo, Manuel Bissopo durante uma conferência de imprensa na sede da Renamo em Maputo, Moçambique, 25 de novembro de 2013. A Renamo boicotou as eleições municipais da passada quarta-feira, que deram uma espertada vitória à Frelimo, mas também um grande crescimento aos seus dissidentes do MDM. ANTONIO SILVA/LUSA

Maputo (Canalmoz) Ontem, noticiámos que Manuel Bissopo, deputado e ex-secretário-geral da Renamo, foi notificado pela Procuradoria-Geral da República para uma audição no dia 8 de Janeiro de 2020, às 14h40, para ser ouvido num processo que corre termos naquela instituição e que se encontra em instrução preparatória. Ontem, terça-feira, ficámos a saber que, afinal de contas, Manuel Bissopo não foi  o único deputado da Renamo notificado. Ivone Soares, chefe da bancadaparlamentar da Renamo, e António Muchanga, deputado deste partido, também foram notificados. 

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

um × 3 =