Insurgentes atacam e ocupam Quissanga

0
3574

 

Maputo (Canalmoz) – Depois de na madrugada da segunda-feira terem atacado e ocupado a vila da Mocímboa da Praia, o mesmo grupo de beligerantes atacou na madrugada desta, quarta-feira, a sede distrital do Quissanga a norte de Cabo-Delgado. Também voltaram a hastear a bandeira com dizeres em árabe.

No mesmo modus operandi, não atacaram directamente a população. Queriam alvos do Estado, nomeadamente a administração e comando da polícia local. Há relato de mortos e feridos, mas o CanalMoz ainda não está em condições de avançar números.

A população e toda a estrutura administrativa fugiu para as matas. Os malfeitores foram ao comando e levaram armas. atacaram a posição das FDS e queimaram um blindado do exército. Viaturas particulares que estavam no comando foram incendiadas e edifícios públicos destruídos. Mas depois a informaram a população que estão atrás dos dirigentes, da polícia dos militares. A população regressou e começou a tirar fotografias com os atacantes. Um dado curioso é que no ataque à Mocímboa da Praia, os insurgentes foram a casa do juiz local e incendiaram todos os processos e humilharam o juiz, informando-o que não mais queriam ouvir falar de detenções e processos contra populares acusados de colaborar com os insurgentes.

O ataque ao distrito de Quissanga, acontece numa altura em que o ministro da Defesa, Jaime Neto e o ministro do Interior Amad Miquidade estão em Cabo Delgado. (Notícia em Actualização)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 × 2 =