ÚLTIMA HORA: Já há casos confirmados de COVID-19 em Moçambique -fonte médica

4
38506

Maputo (Canalmoz) – Já existem casos de Coronavírus testados positivo em Moçambique. De entre os vários casos suspeitos e levados ao laboratório do Instituto Nacional de Saúde (INS), sito na vila de Marracuene, província de Maputo, perto de cinco dezenas deram resultado positivo, conforme confidenciou ao CanalMoz uma fonte médica sénior.
Os cerca de 50 casos confirmados referem-se a todo o País, sendo que mais de metade dos mesmos são de pessoas ou baseadas em Maputo ou obrigadas a fazer o teste depois que desconfiadas em função de temperaturas de corpo extremamente elevadas, sobretudo na fronteira de Ressano Garcia, a maior do país e a única terrestre ligando Moçambique e África do Sul que não foi encerrada pelas autoridades daquele país vizinho.
Da referida fonte o CanalMoz apurou que todos os que deram positivo na região de grande Maputo (Maputo cidade, Matola, Marracuene e Boane) estão neste momento internados numa unidade sanitária pública preparada para o efeito, algures na cidade da Matola (no epicentro da urbe), cujo endereço e denominação específica preferimos omitir por enquanto.
Esta informação contradiz a comunicação do Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, feita ao princípio da tarde de ontem na qual assegurou ao País que não havia nenhum caso testado positivo.
O CanalMoz sabe que grande parte dos que estão confirmados como padecendo de COVID-19 são todos abaixo dos 50 anos. Além de moçambicanos, há sul-africanos em número que não conseguimos apurar. Dos que estão internados há indivíduos testados positivos que inicialmente fugiram das autoridades, tendo sido a posterior localizados e levados à força, à acima referida unidade sanitária. (Redacção)

Nota do Conselho Editorial
A publicação desta notícia não visa criar pânico nem agitar os cidadãos. Nos juntamos aos esforços das autoridades de promover as medidas de prevenção e garantir que todos os cidadãos as estejam a cumprir dentro do quadro da realidade do País. Mas o dever de informar com verdade num momento de incertezas quanto este, torna-se cada vez mais imprescindível, pois,  quanto mais cedo os cidadãos tomarem consciência da perigosidade da doença, acreditamos que podemos todos reforçar as medidas de prevenção.

4 COMMENTS

  1. Quando partilhei essa informação fui dito que sou contra. Pronto, calei minha boca. Me lembrei que mesmo na China quando surgiu, o médico que tentou alertar foi preso. Tendência de….

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 × um =