Governo disse na Assembleia da República que não há legislação que permita intervir no pagamento das propinas

0
387

Maputo (Canalmoz) O Governo continua sem dar resposta ao clamor de pais ou encarregados de educação e de alunos que se queixam da violação dos contratos de  prestação de serviços de educação assinados entre estes e instituições de ensino, com a introdução de aulas virtuais, na sequência das medidas impostas pelo estado de emergência.

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

19 + 7 =