Na vigência do estado de emergência: Tribunal determinou que a Willow International School deve cobrar metade do valor da propina

0
399

Maputo (Canalmoz) Decorreu, ontem, quarta-feira, 1 de Julho, na 4.a Secção do Tribunal Judicial da Cidade de Maputo, a audição aos pais ou encarregados de educação e à Willow International School, na sequência de uma providência cautelar interposta pelos primeiros, pedindo que a Willow International School deixasse de cobrar 100% do valor da propina enquanto durar o estado de emergência, por considerarem que, com a introdução das aulas à distância, ficou alterado o contrato entre eles e a escola.

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

18 − cinco =