Atentado ao Canal de Mocambique: FMO, IMD e Alto Comissariado do Canadá exigem investigação célere e responsabilização pelo atentado

0
544

Maputo (Canalmoz) – Continua a onda de solidariedade com o “Canal de Moçambique” e de repúdio ao atentado terrorista contra os escritórios da empresa “Canal i, Ltd”, proprietária dos jornais “Canal de Moçambique” (semanário) e Canalmoz (diário digital), na noite de 23 de Agosto.

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

9 + 3 =