“Human Rights Watch” junta-se à Amnistia Internacional e exige investigação ao assassinato de uma mulher em Cabo Delgado

0
152
Imagens de supostos elementos das FDS a torturar civis.

Maputo (Canalmoz) – A Human Rights Watch, uma organização não-governamental internacional de defesa dos Direitos Humanos, juntou-se ontem, quinta-feira, 17 de Setembro, à onda de indignação face aos mais recentes casos de violação dos Direitos Humanos em Cabo Delagdo.


Ler
 mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

treze + 17 =