André Idrissa, um “insurgente”, na óptica do IESE

0
738

Maputo (Canalmoz) – “A expulsão e rejeição do grupo de André Idrissa pela população talvez seja uma das principais razões que explica o facto de esta aldeia ser uma das que tem sido das mais atacadas pelo ‘Al-Shabaab’ naquele ponto do distrito de Macomia. Só entre Dezembro 2018 e Julho de 2019, de acordo com imprensa, Cogolo foi alvo de três ataques”.

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezessete − quinze =