Desaparecimento de jornalistas em Cabo Delgado: Rede Moçambicana de Defensores dos Direitos Humanos diz que Governo deve reforçar medidas de segurança das populações

0
113

Maputo (Canalmoz) – A Rede Moçambicana de Defensores dos Direitos Humanos considera a destruição da Rádio Comunitária “São Francisco de Assis”, durante um ataque terrorista realizado no dia 31 de Outubro, no distrito de Muidumbe, e que obrigou à fuga de nove jornalistas para as matas, um atentado contra a segurança e integridade física dos jornalistas e um revés no exercício do direito à liberdade de imprensa e do direito à informação.


Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

7 + 14 =