Morreu Máximo Dias (1937-2020): Presidência da República “esquece” que Máximo Dias era moçambicano e envia condolências a Cabo Verde

1
628

Maputo (Canalmoz) – Morreu na manhã de segunda-feira, 28 de Dezembro, vítima de doença, em Lisboa, Máximo Dias, advogado e ex-deputado da União Eleitoral (uma coligação de que a Renamo fazia parte).

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

1 COMMENT

  1. You can definitely see your enthusiasm within the work youu write.
    The sector hopes for more passionate writers like you who aren’t afraid to say how they believe.
    All the time go after you heart.
    site

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

8 + dezessete =