ONG’s questionam legitimidade do Banco de Moçambique para gerir Fundo Soberano

0
273

Maputo (Canalmoz) – Uma proposta de modelo do Fundo Soberano apresentada no dia 12 de Outubro, para debate, pelo Banco de Moçambique, indica que o Ministério das Finanças vai gerir o Fundo Soberano. A Assembleia da República intervém apenas na parte legislativa (elaboração da Lei que cria o Fundo Soberano e alterações à mesma, sempre que se justificar). Ao Banco de Moçambique cabem funções delegadas pelo Ministério da Economia e Finanças, nomeadamente de gestor operacional do Fundo Soberano, que cuida da implementação da política de investimento.


Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

20 − 20 =