Vítimas do desabamento da Lixeira do Hulene dizem-se marginalizadas pelo Governo

0
238

Maputo (Canalmoz) – As cercas de 250 famílias que, há três anos, perderam as suas habitações em consequência do desabamento da Lixeira do Hulene, em Maputo, estão descontentes com a morosidade do Governo no processo da construção das novas moradias para o seu realojamento.


Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

19 + 13 =