Duzentos e oitenta e quatro moçambicanos foram deportados devido à prática de diversos crimes no estrangeiro

1
718

Maputo (Canalmoz) – “As causas da deportação desses indivíduos foram a imigração clandestina, ou seja, a entrada naquele território sem observância das formalidades migratórias e o cometimento de diversas infracções criminais naqueles países”, disse o porta-voz do Serviço Nacional de Migração, Celestino Matsinhe, durante a conferência de imprensa realizada ontem, quinta-feira, em Maputo.


Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

seis − 5 =