Professor suíço Thomas Kesselring questiona silêncio da Suíça no escândalo das dívidas ocultas

0
335

Maputo (Canalmoz) – O banco suiço “Credit Suisse” é um dos bancos que emprestou dinheiro ao Governo, que,por sua vez, colocou o Estado como avalista, para viabilização do escândalo das dívidas ocultas, avaliadas em cerca de 2,2 mil milhões de dólares.


Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezoito + vinte =