Comissão Eleitoral da Zâmbia dá lição de integridade, transparência e profissionalismo

0
181

Maputo (Canalmoz) O dirigente da oposição na Zâmbia,Hakainde Hichilema, empresário, foi eleito no escrutínio de 12 de Agosto como Presidente da República da Zâmbia com 2.810.777 votos, contra 1.814.201 votos obtidos por Edgar Lingu, num processo em que participaram sete milhões de eleitores.

A confirmação da vitória de Hakainde Hichilema foi feita pelo presidente da Comissão Eleitoral da Zâmbia, Esau Chulu, numa sessão bastante concorrida, no Centro Internacional de Conferências Mulungushi, em Lusaka, a capital da Zâmbia. As eleições neste país da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral foram marcadas por uma tentativa de intimidar o eleitorado através da mobilização do Exército para as ruas, por parte do actual Governo. Por outro lado, o Governo quis bloquear as redes socais, numa estratégia que visava impedir a partilha de informação entre o eleitorado, principalmente o mais jovem. Mas a sede do eleitorado em ver mudanças falou mais alto. O actual Presidente da República esboçou umplano de contestação junto da Comissão Eleitoral, alegando fraude, mas cedo desistiu e já felicitou o seu rival.

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 × 1 =