Mutota pediu para não estar presente nas longas sessões alegando que está muito velho

0
153

Maputo (Canalmoz) Cipriano Mutota, ex-director do Gabinete de Estudos e Projectos do Serviço de Inteligência e Segurança do Estado e arguido no processo das dívidas ocultas, tem 63 anos. É o mais velho dos arguidos. Foi o primeiro a ser ouvido nos primeiros três dias do julgamentoque decorre na tenda da B.O., na Machava. As longas sessões,que começam às 9h00 e vão até às 21h00, estão a ser um fardo pesado para a sua idade. Na sexta-feira da semana passada, oseu advogado, Lourenço Malia, apresentou um pedido para que Cipriano Mutota fosse dispensado, argumentando que estenão tem nenhum papel a desempenhar, as sessões são longas,e a sua idade também não ajuda. O Juiz Efigénio Baptista indeferiu o pedido.

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

17 + dezessete =