Quatro réus das dívidas ocultas acusam Alberto Paulo de ameaças para obter informação durante a instrução preparatória

0
260

Maputo (Canalmoz) – Quatro dos nove arguidos ouvidos até agora pelo Tribunal acusam o procurador Alberto Paulo, que dirigiu a instrução preparatória do processo sobre as dívidas ocultas, de ter recorrido a ameaças e chantagens para obterinformação dos réus. Primeiro foi Ndambi Guebuza, filho de Armando Guebuza. Depois seguiram-se Bruno Langa e Salvador Mabunda. Ontem foi a vez de Ângela Leão. Acusa o procurador Alberto Paulo de ter causado terror na vida dela. Ameaçavam os meus trabalhadores. Inclusive prometeram dinheiro para obter informação a meu respeito. Eu disse ao procurador Paulo, na altura, que não precisava de fazer isso,que eu, pessoalmente, ia dar-lhe as respostas que queria, disse Ângela Leão ao Tribunal.

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

17 + um =