Amade Miquidade: mais uma vítima do crime organizado que tomou o Estado

0
453

Maputo (Canalmoz – Com as guerras controladas, os raptos intensificaram-se em todo o país, particularmente nas cidades de Maputo e Matola, com o envolvimento da Polícia e do Serviço Nacional de Investigação Criminal. O fracasso na luta contra a criminalidade, em particular os raptos, pode ter pesado para a demissão de Amade Miquidade, um homem oriundo do Serviço de Informação e Segurança do Estado, sobre quem se tinha, por isso, esperança quanto ao combate à criminalidade.

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

quinze + 12 =