“Ao longo dos últimos tempos temos estado a assistir o retrocesso das prerrogativas dos advogados”

0
130

Maputo (Canalmoz) As leis, concretamente, a Constituição da República e o Estatuto da Ordem dos Advogados, determinam uma série de prerrogativas, enquanto garantias para o exercício cabal da advocacia sem interferências nem limitações. No entanto, de todo o país, chegam informações de actos que atropelam as prerrogativas dos advogados, sendo a Polícia, os tribunais e os procuradores, os principais responsáveis por esses atropelos. Nos últimos tempos, a situação tende a piorar, e o grupo profissional dos advogados pergunta quem vai defender os defensores.

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

11 − 11 =