“Eu não podia duvidar de Manuel Chang nem de Gregório Leão”

0
121

Maputo (Canalmoz) – O ex-governador do Banco de Moçambique, Ernesto Gove, afirmou que foi ele quem autorizou os contratos das empresas EMATUM, MAM e “Proindicus” após ter recebido chamadas telefónicas do ministro das Finanças (Manuel Chang) e do director-geral do Serviço de Informação e Segurança do Estado (Gregório Leão).

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

nove + 11 =