Associação de Direitos Humanos exige a revogação da Lei sobre o Imposto Pessoal Autárquico na cidade de Maputo

0
419

Maputo (Canalmoz) A Associação Rede dos Direitos Humanos diz que o aumento do Imposto Pessoal Autárquico se encontra descontextualizado devido à actual conjuntura socioeconómica do país. A Associação Rede dos Direitos Humanos considera que, com o agravamento das despesas correntes (electricidade, água,alimentos, pão e transportes, em particular o “chapa 100”), o Imposto Pessoal Autárquico ameaça a efectivação de alguns dos direitos humanos fundamentais.

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

20 + 17 =