Empreiteiro diz que não questionou a origem dos fundos porque lhe estava a ser pago um serviço legítimo

0
629

Maputo (Canalmoz) O Tribunal tem estado a chamar a juízo todos os que prestaram serviços e receberam dinheiro dos arguidos das dívidas ocultas, ainda que tal prestação de serviço tenha sido legítima e justificada com documentos. É o caso da Mozago”, que recebeu 35.000.000,00 de meticais como pagamento de obras de acabamentos nas casas da família Leão.

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco × cinco =