“O poder judicial está capturado. Pensávamos que os grandes seriam responsabilizados, mas é tudo ficção”

0
284

Maputo (Canalmoz) O Fórum de Monitoria do Orçamento diz que a fragilidade na aplicação da Lei para a recuperação de activos no âmbito do arresto de bens resultantes das dívidas ocultas pode manchar todo o julgamento do processo 18/2019C. A posição foi apresentada ontem, 20 de Julho, em Maputo, numa “webinar subordinada ao tema “Recuperação de activos no âmbito das dívidas ocultas”, um evento organizado pelo FMO e que visava debater a importância da recuperação dos activos como forma de diminuir os danos causados a milhões de moçambicanos que ficam privados de bens e serviços públicos essenciais devido à corrupção.

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

sete + quatro =