“A Frelimo quer empurrar-nos para a guerra”

0
571

Maputo (Canalmoz) – A Renamo celebrou ontem, 17 de Outubro, os quarenta e trêsanos do desaparecimento físico do seu primeiro dirigente, André MatsangaíssaOssufo Momade, presidente da Renamo, disse que o seu partido está a ser empurrado para o campo da guerra como forma de o afastar do foco de atenção, que é ser alternativa inquestionável e credível na direcção dos destinos de Moçambique.

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

catorze − 14 =