Em cada cem partos vivos quatro mulheres morrem devido a problemas obstétricos

0
137

Maputo (Canalmoz) – A fístula obstétrica constitui um dos graves problemas de saúde das mulheres. O problema é mais frequente nas zonas rurais, onde as mulheres quase não têm cuidados sanitários dentro nos hospitais, e as poucas que conseguem dirigir-se às Unidades Sanitárias deparam com um atendimento deficitário. Segundo Igor Vaz, especialista em urologista, nos últimos dias a taxa de mortalidade materna causada por problemas obstétricos continua alta. Calcula-se que, em cada cem partos vivos, quatro mulheres morrem, e as mulheres mais afectadas são de idadesdos 16 aos 45 anos.

Ler mais na versão PDF, mediante subscrição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

11 − quatro =