nega existência de suposta “gripe A” no país