Número de mortes subiu para noventa e oito, e as buscas continuam. Presidente da República de Portugal foi o primeiro a reagir à tragédia. A Presidência da República de Moçambique só reagiu na noite de segunda-feira, dizendo que o Conselho de Ministros vai realizar uma sessão hoje, terça-feira, para avaliar a situação.